Todo final de ano, costumamos fazer uma avaliação dos nossos atos e criamos propostas para o novo ano que se inicia. Nas comemorações de Réveillon, desejamos aos amigos e parentes um “Feliz Ano Novo”, precisamos, no entanto, refletir se o ano é realmente novo... Bom, numericamente, a resposta é sim, mas efetivamente, temos tido anos diferentes? Estamos mudando, crescendo, melhorando? Muitas vezes temos a sensação de que nada muda em nossas vidas. Talvez isso ocorra porque esquecemos um detalhe importante: Toda mudança começa em nós! É irracional, agirmos sempre da mesma forma e esperarmos resultados diferentes. O Universo está em constante mudança, a própria Terra, muda sempre, e até o solo, que nos parece estático, muda e se movimenta de maneira lenta, porém constante, em alguns momentos o movimento é tão forte que chegamos a sentir, são os terremotos.  Se tudo está em transformação, precisamos fazer uma auto avaliação e começar nossa vida nova, para então conseguirmos um ano novo.

 Alguns poderão perguntar, por que é tão difícil, mudar atitudes e pensamentos? Na questão 909 de O Livro dos Espíritos,  os Espíritos superiores nos informam, que para mudar, basta empregarmos nossa vontade, que mudar é possível para todos, mas o que nós dificilmente temos, é vontade real de mudar. Já na questão 919, Kardec perguntou: Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? A resposta nos surpreende“um sábio da antiguidade vo-lo disse: conhece-te a ti mesmo”. Não podia ser mais claro, precisamos conhecer a nós mesmos e isso não quer dizer, fazer apenas uma lista de nossos defeitos ou apenas relacionarmos nossas qualidades. Precisamos conhecer nossos defeitos e nossas qualidades. Todos nós temos coisas boas que precisam ser estimuladas e coisas que não são boas, que devemos modificar.

Para que 2017, seja realmente um novo ano, preciso se torna que cada um de nós, seja uma pessoa nova, com atitudes de amor, de Paz e de harmonia. Jesus, nosso guia e modelo, iniciou sozinho, uma mudança nunca vista em nosso mundo. Nasceu numa pequena cidade, numa família humilde; foi carpinteiro, falou ao povo simples, que o acompanhava; seus apóstolos eram na maioria, pescadores analfabetos e demoraram a entender a grandiosidade da tarefa do Cristo. Jesus foi julgado, carregou a cruz até o local onde seria crucificado e nos últimos momentos, pronunciou palavras de amor, cheias de ensinamentos para nós: “Pai, perdoai-os, eles não sabem o que fazem”. Hoje, estamos aqui, já sabemos o caminho a seguir, começamos a perceber que é preciso seguir, sempre em frente, rumo à Luz Maior. Atitudes velhas, não nos servem mais. Renovemos nossas forças, através da oração. Mantenhamos constante contato com Deus, num diálogo sincero e veremos nossas forças crescerem dia-a-dia, como a semente, que lançada à terra, vence as dificuldades e germina, que em nosso coração, germine a semente do amor, do perdão, da Paz... Sim, porque dentro de nós, de cada um de nós, existe um potencial imenso de ser melhor. Basta que acreditemos.

 “O mais importante da vida não é a situação em que estamos, mas a direção para a qual nos movemos”.
Oliver Wendell Holmes


Maria Cristina Cassemiro-  Casa Espírita Caminho de Suruí.

 Coordenadora da Área de Comunicação Social Espírita do 6ºCEU/CEERJ

Aqui nesse espaço você terá acesso a sempre um texto ou uma entrevista com um dos Coordenadores do 6ºCEU/CEERJ, esclarecendo dúvidas do nosso movimento espírita sobre temas ligados a Doutrina Espírita.

 ANO NOVO, VIDA NOVA?

Em artigo para este coluna do site do 6ºCEU/CEERJ, a coordenadora da Área de Comunicação Social Espírita, Maria Cristina Cassemiro,  faz uma reflexão sobre o ano novo em nossas vidas. Veja abaixo.